ANUNCIOS

Gravidez semana a semana uma novidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Gravidez semana a semana uma novidade

Mensagem por Dr Gestante online em Seg 4 Ago 2014 - 10:25

Gravidez semana a semana uma novidade


Durante a gravidez o corpo da mamãe e do bebê passa por mudanças o tempo todo.  E para saber como é o desenvolvimento da gravidez semana a semana o “De tudo para bebês” preparou uma série de informações para as futuras mamães sobre o que acontece com ela gestante e seu bebê durante esse período.

Mais é bom ressaltar que são apenas referências onde pode ocorrer variações de uma gestação para outra, quaisquer forem as dúvidas consultar o seu médico. Veja abaixo as mudanças de uma gravidez semana a semana.
1ª Semana
Na prática médica, são contadas 40 semanas de gestação a partir do primeiro dia do último período menstrual. A concepção, de fato vai ocorrer após a ovulação, ou seja, dentro de duas semanas.
2ª Semana
Aguardando a ovulação.
3ª Semana (1ª semana da fecundação)
Agora ocorre a ovulação. O óvulo é fecundado e começa a se dividir rapidamente. É a fase mórula.
4ª Semana (2ª semana da fecundação)
A partir da mórula, as células formarão o embrião, o saco amniótico e a placenta. É o ovo.
5ª Semana (3ª semana da fecundação)
Agora já temos o embrião que pode ser visualizado pelo ultrassom transvaginal. Mede cerca de 1,5 mm e às vezes já se detecta os batimentos do futuro coração. O coração é o primeiro órgão a apresentar função a partir da 5ª semana.
O diagnóstico de gravidez pode ser confirmado, nesta fase, com o exame de sangue ou o ultrassom transvaginal. O último tem a vantagem de confirmar a implantação do saco gestacional dentro do útero.
6ª Semana
O embrião mede aproximadamente 6 mm.
Os brotos dos membros começam a aparecer.
7ª Semana
Embrião com cerca de 10 mm.
Continua o crescimento rápido. A cabeça é dominante. Início das estruturas oculares e dos ouvidos. Começam os movimentos embrionários, só perceptíveis no ultrassom.
8ª Semana
Embrião mede em torno de 15 mm. A face  começa  a ter mais  definição,  com a formação  do nariz,  palato, maxilares e lábio superior. Os principais órgãos estão em formação, pouco funcionais.
9ª Semana
Mede aproximadamente 21 mm. Neste período ocorrem grandes transformações no embrião, seguindo a formação dos ossos,  desenvolvimento  dos órgãos  internos  e brotos dos dedos das mãos. Logo em seguida começam a aparecer os brotos dos dedos dos pés.
A língua começa a se formar e o trato gastrointestinal  se separa do trato genitourinário. É nesta fase   que o coração atinge uma freqüência maxima com aproximadamente 170 bpm.
10ª Semana
Nesta fase termina o período embrionário e inicia o período fetal. Passaremos então a mencionar o feto também como bebê, carinhosamente, afinal as feições  já estão chegando e ele merece este afago.
O bebê mede em torno de 30 mm. Pesa aproximadamente 35 g. A face fetal, no ultrassom, fica bem definida em perfil. O tórax e abdome também ganham boa evidência. Os membros são facilmente observados em estado de flexão, com as pernas quase sempre entrecruzadas. Podem-se observar claramente mãos e pés. A genitália externa está começando a se formar.
11ª Semana
Mede em torno de 50 mm.
Pesa aproximadamente 45 g.
Começa a aparecer o estômago e a bexiga.
O bebê agora fica mais ativo, podendo inclusive chutar; mas a mamãe ainda não pode senti-lo.
A placenta e o cordão umbilical estão assumindo suas funções.
Da 11ª até a 14ª semana o ultrassom endovaginal tem indicação importante para avaliar a translucência nucal (TN), anatomia fetal de primeiro trimestre e a idade gestacional. A TN seleciona fetos de baixo ou alto risco para aneuploidias, ou seja, alterações genéticas tal como a Síndrome de Down e também para cardiopatias.
Em alguns casos seu médico poderá solicitar também o estudo com Doppler do ducto venoso, o qual também é um marcador para alterações genéticas e do coração.
O exame chama-se: Ultrassom morfológico de 1º trimestre
12ª Semana
Mede em torno de 61 mm. Pesa aproximadamente 58 g.
O cérebro já pode transmitir mensagens. Os movimentos são mais fortes.
As pálpebras se fecham e não reabrirão antes da 26ª semana, aproximadamente.
A visualização do sexo fetal nesta fase já é possível pelo ultrassom,  mas como se baseia  na inclinação do tubérculo genital em relação ao plano da coluna vertebral, será sempre prudente a confirmação no 4º ou 5º mês.
13ª Semana
Pesa aproximadamente 73 g.
Os principais órgãos estão funcionando. O fígado secreta bile e o pâncreas insulina.
A ossificação da coluna vertebral é nítida.
14ª Semana
Pesa em torno de 93 g.
O bebê já pode sorrir e franzir a testa. Começa a exercitar a respiração, a sugar e engolir.  Os rins  estão funcionando. O fígado já produz glóbulos vermelhos.
15ª Semana
Pesa aproximadamente 117 g.
Sua cabeça ainda mede cerca de metade do comprimento do corpo.
O corpinho começa a ser revestido pelo lanugo (pelinhos finos e curtos).
A partir  desta  semana  o sexo  já pode ser  definido, mas dependerá da posição, do aparelho com boa definição  de imagem e da experiência  do profissional que realiza o exame.
16ª Semana
Pesa aproximadamente 146 g.
Agora o bebê já cresceu tanto que não pode ser visto inteiro no visor do ultrassom. É estudado por partes. Todas as articulações já se movem.
17ª Semana
Pesa aproximadamente 181 g.
Agora iniciam as matrizes das unhas nos dedos das mãos e pés.
A  movimentação  do  bebê  é  intensa,  mas  a  mãe  ainda  não  consegue percebê-lo bem.
18ª Semana
Mede em torno de 22 cm.
Pesa aproximadamente 220 g.
Nos bebês femininos, os ovários estão diferenciados e nos masculinos os testículos iniciam sua descida para a bolsa escrotal. As glândulas sudoríparas se desenvolvem.
19ª Semana
Mede em torno de 24,4 cm.
Pesa aproximadamente 275 g.
Os sistemas circulatório, digestivo e urinário já estão funcionando harmoniosamente. O bebê deglute regularmente líquido amniótico e urina líquido estéril. Agora você poderá começar a sentir pequenos chutes. O vérnix caseoso, uma proteção cremosa para a pele está se formando.
20ª Semana
Mede em torno 26,2 cm.
Pesa aproximadamente 330 g.
A partir desta semana a maioria das gestantes sente as movimentações do bebê.
Sobrancelhas, cílios e mamilos começam a aparecer.
21ª Semana
Mede em torno de 28 cm.
Pesa aproximadamente 400 g.
A face do bebê é rosada e enrugada. O lanugo começa a ser substituído por pêlos mais grossos.
Da  21ª  até a 24ª  semana considera-se  o  melhor  período  para o exame MORFOLÓGICO FETAL, pelo qual todos os órgãos serão detalhadamente avaliados. É um exame  específico  para rastreamento de malformações fetais.
Você não deve ter medo de fazê-lo, pois a informação de normalidade vai tranqüilizar tanto os pais como o médico assistente. (Poucas alterações não são detectadas neste exame). Se algum problema for descoberto, ele será esclarecido antes do parto, permitindo as condutas mais adequadas pela  equipe médica, evitando surpresas.
Nesta  época  avalia-se  também  a  circulação  fetal,  placentária   (cordão umbilical) e materna (artérias uterinas), através do Doppler Colorido. Caso haja indícios  de fluxo inadequado, será solicitado  controle com Doppler a partir da 26ª semana. Assim estaremos rastreando a pré-eclâmpsia.
Neste  período  a  confirmação  do  sexo  fetal  deverá  ocorrer  com  total segurança.
22ª Semana
Mede em torno de 29 cm.
Pesa aproximadamente 470 g.
As unhas já estão presentes.
23ª Semana
Mede em torno de 30,5 cm.
Pesa aproximadamente 560 g.
Agora já está mais forte, podendo chutar com mais vigor. Já pode segurar com as mãos e dar cambalhotas.
24ª Semana
Mede em torno de 32,5 cm.
Pesa aproximadamente 670 g.
Está começando a ter dobrinhas na pele. Ainda há pouca gordura.
O cabelo está mais comprido. As sobrancelhas e cílios estão bem formados. Todos os componentes oculares estão desenvolvidos.
Há reflexo de preensão e sobressalto.
As impressões digitais estão se formando.
25ª Semana
Mede em torno de 34,5 cm.
Pesa aproximadamente 780 g.
Os alvéolos pulmonares estão em formação e o bebê inicia os primitivos movimentos respiratórios.
26ª Semana
Mede em torno de 35,6 cm.
Pesa aproximadamente 915 g.
A pele vai ficando mais espessa e opaca.
As terminações nervosas responsáveis pelo gosto aparecem na língua e nas bochechas.
Os intestinos apresentam os primeiros movimentos peristálticos.
O sistema auditivo já está funcionando. Reage aos ruídos externos.
Para os casais que desejarem o exame 3D/4D, a partir deste período, até o começo do oitavo mês é que se conseguem as melhores  imagens  fotográficas,  pois  ainda há proporcionalmente bastante líquido amniótico e o bebê já está mais gordinho. Da segunda quinzena do oitavo mês em diante o bebê ocupa  muito  espaço  no  útero,  dificultando  boas fotos, porém em alguns casos também é possível ter bom resultado.
27ª Semana
Mede em torno de 37,4 cm.
Pesa aproximadamente 1.050 g.
As funções cerebrais estão mais sofisticadas. As pálpebras já se abrem. Assim, percebe a diferença de luminosidade se você está em um ambiente escuro ou claro; mas não fica com os olhos abertos por muito tempo, apenas dá umas ”espiadinhas”. Suas impressões digitais são agora bem definidas, tanto nas mãos como nos pés. Dependendo da intensidade, ouve o som da música e até o barulho da rua.
28ª Semana
Mede em torno de 38,6 cm.
Pesa aproximadamente 1.210 g.
Com o aumento do peso corporal e a musculatura mais desenvolvida, o bebê continua bem ativo.
29ª Semana
Mede em torno de 39,8 cm.
Pesa aproximadamente 1.380 g.
A penugem (lanugo) agora vai desaparecendo, ficando apenas nas costas e nos ombros.
30ª Semana
Mede em torno de 41 cm.
Pesa aproximadamente 1560 g.
O espaço do útero vai diminuindo, restringindo seus movimentos. Normalmente após este tempo o bebê já fica na posição cefálica, ou seja, de ponta cabeça, que é a posição correta.
31ª Semana
Mede em torno de 42,2 cm.
Pesa aproximadamente 1.750 g.
As unhas dos dedos das mãos já cobrem todo o leito ungueal. Os núcleos de ossificação do fêmur estão presentes, indicando amadurecimento ósseo adequado.
32ª Semana
Mede em torno de 43,5 cm.
Pesa aproximadamente 1.950 g.
Começam  as contrações  fisiológicas  do útero,  preparando-se  lentamente para o trabalho de parto. Você pode sentir a barriga “endurecer”por curtos períodos de tempo. São contrações muito leves e não rítmicas. A temperatura corporal do bebê é parcialmente auto-controlada.
33ª Semana
Mede em torno de 44,5 cm.
Pesa aproximadamente 2.160 g.
A penugem que cobria o corpo continua desaparecendo.
O  bebê  começa  a  armazenar  ferro,  cálcio  e  fósforo.  Afinal  precisa  de reservas para enfrentar a vida fora do útero.
34ª Semana
Mede em torno de 45,7 cm.
Pesa aproximadamente 2.380 g.
O vérnix caseoso que reveste a pele para protegê-la, está espesso e a lanugem (lanugo) quase não existe mais.
35ª Semana
Mede em torno de 46,5 cm.
Pesa aproximadamente 2.590 g.
De  agora  em  diante  o  crescimento  será  mais  lento  mas  contínuo  e continuará a engordar. Os pulmões começam a produzir “surfactante”, uma substância que faz com que eles sequem para deixarem de ser imaturos.
36ª Semana
Mede em torno de 47,4 cm.
Pesa aproximadamente 2.815 g.
Agora se espera que a barriga da mãe vá “abaixando”, à medida que o bebê encaixe mais.
É comum a preocupação das mães em relação ao cordão umbilical enrolado no pescoço. Aconselhamos todas as gestantes a observação quanto à movimentação do bebê. Se houver mudança significativa no padrão de movimentos dele, parando de mexer por um período inteiro (uma manhã inteira ou uma tarde inteira), procure o seu médico para fazer uma avaliação.
37ª Semana
Mede em torno de 48,4 cm.
Pesa aproximadamente 3.020 g.
O bebê ainda está em processo de ganho de massa corporal, mas ao final desta semana já é considerado maduro e caso o trabalho de parto comece espontaneamente, o recém-nascido não será prematuro.
Neste último mês geralmente os obstetras solicitam que a paciente vá ao consultório quinzenalmente    ou até semanalmente, dependendo da evolução.
38ª Semana
Mede em torno de 49,2 cm.
Pesa aproximadamente 3.230 g.
As contrações uterinas ainda não rítmicas continuam, preparando o útero para o trabalho de parto. Fique atenta às movimentações do bebê e a eventual perda de líquido.
39ª Semana
Mede em torno de 49,8 cm.
Pesa aproximadamente 3.400 g.
Os pulmões estão completamente  maduros e continuam  os movimentos respiratórios para enfrentar o contato com o ar ao nascer.
40ª Semana
Mede em torno de 50 cm.
Pesa aproximadamente 3.500 g.
Ao final desta semana ocorrerá o parto.
Parabéns! Seu bebê cresceu de apenas uma pequena célula para mais de 200 milhões. Em alguns casos a duração da gestação pode ser superior a 40 semanas, mas o acompanhamento médico é fundamental neste período, para garantir o bem estar tanto da mãe como do bebê.

Dr Gestante online
Admin

Mensagens : 271
Data de inscrição : 10/08/2013

Ver perfil do usuário http://gestantesonline.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum